Informações

O que é?

PIBID – PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO Â DOCÊNCIA

O QUE É?

O Programa encontra-se inserido na Fundação Coordenação e Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES -  e possui o propósito de induzir e fomentar a formação inicial e continuada de profissionais do magistério ( Lei nº 11.502, de 11 de julho de 2007), às diretrizes do Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação ( Decreto nº 6.094, de 24 de abril de 2007), aos princípios estabelecidos na Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica ( Decreto 6.755, de 29 de janeiro de 2009 e Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, no seu artigo 31), que diz respeito à concessão de bolsas de Iniciação à Docência, para alunos de Cursos de Licenciatura Plena e para Coordenadores e Supervisores responsáveis institucionalmente pelo programa e demais despesas a ele vinculadas, conforme Portaria nº 072, de 09 de abril de 2010.

OBJETIVOS DO PIBID

- Incentivar a formação de professores para a educação básica, contribuindo para a elevação da qualidade da escola pública;
- Valorizar o magistério, incentivando os estudantes que optam pela carreira docente;
- Elevar a qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciatura das universidades e centros universitários comunitários;
- Inserir os licenciados no cotidiano de escolas da rede pública de educação, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;
- Proporcionar aos futuros professores participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar e que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem, levando em consideração o IDEB e o desempenho de escola em avaliações nacionais, como Provinha Brasil, Prova Brasil, SAEB, ENEM, entre outras;
- Incentivar escolas públicas de educação básica, tornando-as protagonistas nos processos formativos dos estudantes das licenciaturas, mobilizando seus professores como co-formadores dos futuros professores.

LICENCIATURAS INSERIDAS NO PIBID

Ciências Biológicas – 05 Bolsistas
Letras – 05 Bolsistas
Matemática – 05 Bolsistas
Pedagogia – 10 Bolsistas

ESCOLA PARTICIPANTE

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA THOMÁS FORTES

A Escola de Educação Básica Thomás Fortes, está Situada na Rua Sete de Setembro, nº 1081, Bairro Alto da Boa Vista – Santiago – RS
Atende a uma clientela de aproximadamente 1.100 alunos, distribuídos em turmas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Em sua equipe de profissionais, conta com cerca de 70 professores e 30 funcionários, os quais se empenham em fazer do Thomas Fortes um destaque na educação santiaguense. Como apoio a esse trabalho, a Escola possui laboratório de informática equipado com material multimídia, ginásio coberto, sala ludo-pedagógica, sala de recursos multifuncionais, laboratório de ciências, sala de artes e biblioteca.
Destacam-se ainda, os eventos realizados pela Escola, como: Celebração de Páscoa, Homenagem às Mães, Dia da Solidariedade, Festa Junina, Dia do Estudante, Festival da Amizade, Festa da Criança, Thomas em Ação, entre outros. Além disso, a Escola conta com projetos de impacto na comunidade como: Tribos, Saúde na Escola, Oficina, Grupo de Teatro e agora, em especial, o PIBID.

PROJETO INSTITUCIONAL PIBID

SUBPROJETO: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Atendendo a Resolução do CNE/CP 01, de 18 de fevereiro de 2002, do Conselho Nacional de Educação, a prática na matriz curricular do Curso de Ciências Biológicas da URI, não está reduzida a um espaço isolado e desarticulado do restante do curso. Ela está acontecendo em diferentes tempos e espaços curriculares. Assim, todas as disciplinas que constituem o currículo apresentam sua dimensão prática e, para promover a articulação destas diferentes práticas numa perspectiva interdisciplinar, são enfatizados procedimentos de observação e reflexão que promovem o aprendizado em situações contextualizadas, tais como o registro de observações realizadas e a resolução de situações-problema características do cotidiano profissional.Mais especificamente, a partir do 2º semestre do curso, os Laboratórios de Ensino de Ciências têm um importante papel nessa articulação, contribuindo também para estabelecer vínculos entre a universidade e as escolas de educação básica.
Diante desse contexto, o PIBID constitur-se-á num importante fator de fortalecimento dessa articulação entre teoria-prática, em parceria com escolas de educação básica, expressas no projeto político pedagógico do curso da URI, contribuindo sobremaneira para a excelência da formação de professores de Ciências Biológicas

PROJETO INSTITUCIONAL PIBID

SUBPROJETO: LETRAS

Tendo em vista que a leitura é um dos meios mais importantes, na prática pedagógica, para a consecução de novas aprendizagens e que o texto constitui-se como centro do processo de interação locutor/interlocutor, autor/leitor, construído a partir de recortes e perspectivas, as atividades relativas à gramática devem ocorrer sob uma perspectiva textual e reflexiva, bem como a literatura deve ser vista como um condicionante para a reflexão e melhor conhecimento de si e do mundo.
Assim sendo, não se pode mais pensar em um ensino da Língua Portuguesa e Literatura que não seja baseado no texto, uma vez que ambas são fenômenos eminentemente dialógicos, frutos do trabalho de linguagem de sujeitos históricos, bem como da ação interacional de sujeitos situados. Da mesma forma, não se pode esquecer do papel que a gramática exerce no processo ensino-aprendizagem. É preciso saber as regras da língua culta para que se possa ler e escrever corretamente, respeitando todas as normas da nossa língua. Porém, esse ensino gramatical deve ser repensado sob a perspectiva da educação linguística, buscando novas maneiras que qualifiquem o mesmo e motivem nossos aprendizes.
Sob tal perspectiva, o plano de trabalho de Letras PIBID, justifica-se pela constituição de quatro unidades didáticas: leitura, produção textual, análise e funcionamento lingüístico e literatura.

PROJETO INSTITUCIONAL PIBID

SUBPROJETO: MATEMÁTICA

O conhecimento matemático foi sendo construído e fomentado ao longo dos séculos, continuando a crescer com o trabalho de profissionais que atuam na docência, pesquisa básica ou tecnológica. Por outro lado, novos saberes vinculados à Matemática são cada vez mais necessários para o desenvolvimento de projetos que buscam a solução de problemas da sociedade contemporânea.
A URI, procura contribuir neste sentido, buscando atender a uma parcela significativa de sua missão universitária, que está fortemente relacionada à necessidade de formação de profissionais habilitados e competentes, comprometidos com o desenvolvimento regional e nacional, tendo em vista que este compromisso da universidade se faz muito presente nos cursos de formação de professores.
Especificamente abordando o contexto do ensino de Matemática, em meio às limitações associadas à formação de professores nesta área, salienta-se as dificuldades sentidas pelos licenciados em relacionar os conteúdos aprendidos ao longo do curso de graduação com a realidade social, econômica e cultural dos estudantes da educação básica, bem como a necessidade de se articular a teoria e os conteúdos à prática pedagógica e enfrentara diversidade da própria sala de aula: etnias, interesses, expectativas, tempos e formas de aprendizagem diferentes, aspecto este contemplado pelos objetivos da iniciação à docência do Edital PIBID/2010. Este subprojeto justifica-se pela possibilidade de desencadear ações que proporcionem aos bolsistas licenciandos em Matemática o conhecimento e a análise da realidade escolar; fundamentação teórica, instrumentalização prática e aprofundamento de conteúdos matemáticos do Ensino Fundamental, considerados imprescindíveis à formação e atuação profissional; orientação na elaboração e aplicação de oficinas pedagógicas de Matemática, bem como reflexão quanto ao uso de diferentes propostas e recursos didáticos pedagógicos.

PROJETO INSTITUCIONAL PIBID

SUBPROJETO: PEDAGOGIA

O curso de Pedagogia, a partir das concepções preconizadas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação de professores da Educação Básica em Nível Superior, contempla a aquisição de competências requeridas do professor que deverá ocorrer mediante uma ação teórico-prática, ou seja, toda a sistematização teórica vinculada com o fazer e todo o fazer articulado com a reflexão.
Nessa perspectiva, as práticas educativas objetivam contribuir para o desenvolvimento das competências e saberes necessários à atuação profissional do pedagogo. As competências referidas dizem respeito à própria construção de conhecimento e envolvem: o comprometimento com os valores de uma sociedade democrática; a compreensão do papel social da escola, domínio dos conteúdos e sua contextualização, domínio do conhecimento pedagógico, conhecimento de processos de investigação, atitude de disponibilidade e flexibilidade para mudança e aperfeiçoamento profissional.
A URI, como instituição formadora e preocupada com a reversão do atual quadro de ensino da Educação Fundamental, cujos dados (IDEB, Prova Brasil), apontam a baixa qualidade do ensino ministrado, propõe-se a desenvolver esse projeto com práticas inovadoras que objetivam instrumentalizar os professores em exercício e motivar seus acadêmicos para que escolham tal nível de ensino, pois o que se percebe hoje, que há uma demanda por professores de ensino fundamental especificamente alfabetizadores.
Sendo assim propõe-se, através deste subprojeto, desencadear ações que possibilitem aos bolsistas em Pedagogia, desenvolver as habilidades e competências acima referendadas, através da realização de estágio de iniciação a docência nas disciplinas pedagógicas, buscando conhecer as práticas docentes necessidades didáticas, dificuldades de aprendizagem existentes neste universo educacional. Além de proporcionar aos futuros professores a participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar, buscando a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem. Para tanto, há a necessidade de incentivar as escolas públicas de educação básica a tornarem-se protagonistas nos processos formativos dos estudantes das licenciaturas, mobilizando seus professores como co-formadores dos futuros professores.

Desenvolvido pelo Núcleo de Informática/NI
CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, s/n - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 32513151 / 3251-3157