Notícias

Dicas desta terça no 106 nas Férias

13/01/2015

- Época de aproveitar muito a piscina: Saiba que por volta dos seis meses de vida, o bebê já pode ser estimulado na piscina e aproveitar muitos benefícios. No entanto, pais e responsáveis precisam ter muito cuidado para evitar acidentes. A necessidade de usar boias vai depender muito de quanto a criança está acostumada a nadar. Usando ou não as boias, é fundamental que os pais fiquem sempre atentos quando as crianças estiverem na praia ou na piscina, ou seja, as crianças devem ser supervisionadas a cada segundo e sempre por um adulto.



 

- E como fica o cabelo no verão? Sol, mar e piscina são apenas alguns fatores que agridem os cabelos durante o verão, os deixando quebradiços, opacos e muitas vezes amarelados. Uma das principais dicas é que depois do banho de mar ou piscina, os cabelos sejam lavados com água em abundância, usando, além do xampu, um creme condicionador específico para cada tipo de cabelo. Se o cabelo for naturalmente ressecado ou com tendência a fragilidades, o ideal é complementar o tratamento com um creme hidratante pós-lavagem. Listamos sete erros que estragam o cabelo no verão: deixar o cloro ou sal nos cabelos; não proteger os fios do sol; fazer químicas logo antes de viajar; dormir com os cabelos molhados; não pensar no ressecamento; desembaraçar os cabelos de forma errada; e descuidar dos fios se não for à praia, ou seja, o sol está em todo o lugar, não só no litoral.

 

 

- O ano recém começou e com o novo ano, o pagamento de contas, impostos e outras despesas já estão acontecendo. Temos IPVA, IPTU, os extintores para carros, material escolar e matrículas, e por aí vai. Quanto à luz, entrou em vigor em 1º de janeiro um novo sistema de bandeiras tarifárias da Agência Nacional de Energia Elétrica e quanto à água, a Corsan costuma pedir reajuste na tarifa de água nos primeiros meses do ano. Falando em aumento, algumas tarifas de pedágios já começaram a ser reajustadas para 2015. Quem ainda não adotou nenhum sistema de controle de gastos pode achar difícil começar esse acompanhamento. Mas ele é necessário, pois, com base no que se ganha e no que se gasta, é possível planejar melhor os sonhos de consumo. Em janeiro e fevereiro, tem-se gastos que não se tem no resto do ano. Por isso, pode ser bom adiar a meta da poupança para abril ou maio.

 

Acompanhe de segunda a sexta, das 13h às 14h, o 106 nas Férias! Uma produção da Rádio URI FM!

 

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago



Esta notícia foi visualizada 407 vez(es).


Mais notícias

Desenvolvido pelo Núcleo de Informática/NI
CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 32513151 / 3251-3157