Notícias

Redações desta sexta: veja informações do FIES

13/02/2015

Ensino: O Ministério da Educação (MEC) anunciou na quinta-feira que o sistema para novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será aberto no próximo dia 23.  As inscrições poderão ser feitas no portal do programa. A novidade é que o sistema terá um prazo para que os estudantes peçam o financiamento. Isso poderá ser feito até o dia 30 de abril. Antes, a adesão podia ser feita a qualquer momento. Segundo o MEC, os estudantes que fizerem a adesão até o dia 29 de março não estarão sujeitos às mudanças feitas por meio de portaria no final do ano passado. Aqueles que aderirem a partir do dia 30 março deverão ter obtido média de pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e não ter tirado zero na redação. No ato da inscrição no SisFies, o estudante escolherá a instituição bancária, assim como a agência de sua preferência. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil são os atuais agentes financeiros do programa. Desde 2010, o Fies acumula um milhão e 900 mil contratos e abrange mais de 1.600 instituições.

 


 

Trânsito: Teve início à zero hora desta sexta-feira (13), a Operação Viagem Segura de Carnaval, que se estende até a meia noite da Quarta-feira de Cinzas. Representantes de diversos órgãos relacionados à segurança no trânsito reuniram-se, na tarde da quinta-feira (12), para acertar os detalhes da 40ª edição da operação. Participam da operação o Detran/RS, Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM, os quais intensificarão a presença nas ruas e estradas neste feriado.  A PRF salientou que a instituição utilizará ferramenta estatística para definir os locais de autuação da polícia, e atuará com radares simultâneos em rodízio nos locais com maiores índices de acidentes, estratégia que tem ajudado a reduzir a acidentalidade.

 

Foto: Palácio Piratini

 

 

Estado: Estava tudo preparado para a divulgação do decreto que revisa o orçamento de 2015 para torná-lo mais adequado à realidade financeira do Estado, mas o governador José Ivo Sartori pediu tempo para analisar os cortes durante o feriadão. Até agora, o corte de maior impacto é o do repasse para santas casas e hospitais filantrópicos. O governo optou por não divulgar agora as medidas mais duras que pretendia anunciar com a radiografia das finanças. A avaliação é de que, antes, é preciso convencer a população e os aliados de que a situação do Estado é mesmo crítica. A crise deve se agravar a partir de março.

 

 

A URI retorna ao expediente na quarta-feira, às 13h.

 

Núcleo de Comunicação

URI- Santiago

 


Esta notícia foi visualizada 398 vez(es).


Mais notícias

Desenvolvido pelo Núcleo de Informática/NI
CSS xHTML
Avenida Batista Bonoto Sobrinho, 733 - Santiago/RS - 97700-000 - Fones: 0xx55 32513151 / 3251-3157